vendas@metalmag.com.br 11 5523-8400


Placa magnética e seu uso na industria química

A indústria química tem seu destaque histórico em 1876, na França, quando os químicos Graebe e Lieberman, a partir do extrato vegetal da rubia, sintetizaram o corante alizarina. A forma sintética desde corante era bem mais barata de se produzir, mais rápida e lucrativa. A partir daí os demais processos industriais químicos foram ganhando destaque e importância no mercado. Este crescimento da indústria química alcança seguimentos como o da fabricação de ácidos, bases, óxidos e sais, bebidas, açúcar e álcool, saneantes, cosméticos, galvanoplastia, plásticos, têxtil, couro, tratamento de água, tensoativos, matéria prima farmacêutica, química fina, petroquímica e tratamento dos metais.
Devido à abrangência deste setor, podemos mensurar a sua importância em nossas vidas. E um setor de tamanha importância tem que assegurar a qualidade e confiabilidade de seus produtos, que muitas vezes são usados no consumo humano, ou no tratamento de doenças. Assim, contaminantes devem ser rigorosamente controlados para que não haja alteração do produto final. Um tipo de contaminante que é controlado por muitas industrias, é
o metal. Este controle é verificado em fábricas de balas, chicletes, produção de açúcar e
etanol, bebidas em geral e produtos farmacêuticos.
Por mais rigorosa que a manutenção dos equipamentos industriais envolvidos diretamente na produção de qualquer substância possa ser, micropartículas de metal podem se desprender da tubulação ou do rotor de uma bomba, por exemplo, e se misturar com a substância processada. Desta forma avaliar o processo é muito importante para identificar pontos de instalação de equipamentos de separação magnética, para remover e garantir que estas partículas não atinjam o consumidor final.
De acordo com o estado físico do material processado, existe uma configuração do separador magnético que proporciona maior eficiência na remoção do particulado magnético.
Por exemplo, na produção de açúcar e álcool, antes da cana entrar no picador, usa-se separadores magnéticos suspensos, pois é muito comum pedaços de sucata, arames de cerca ou pregos, estarem misturados à cana. Para materiais particulados ou em pó, usa-se grades ou grelhas magnéticas, para atender a uma maior superfície de contato. Grelha ou grade magnética também são usadas no processamento de grãos (por exemplo o café, na indústria de bebidas) ou de grãos para a produção de óleos (indústria alimentícia).
A placa magnética é fabricada com ímãs de terras raras ou Neodímio, que possuem como característica principal a permanência do estado magnético, que muitas vezes podem ter vida infinita, ou longa duração (mais de 100 anos), desde que os devidos cuidados e recomendações do fabricante sejam levados em conta, como não expor o ímã a temperaturas maiores que a suportada, pois esta pode remover o magnetismo dos ímãs. Dependendo da
aplicação, a Metalmag oferece equipamentos com limpeza semiautomática, minimizando o processo de limpeza ou equipamentos com limpeza automática, para processos que exigem maior dinâmismo.

Law of conservation of mass products reactants sentence equation iron reacts with oxygen to produce rust word equation https://justbuyessay.com/ iron + oxygen
21 de fevereiro de 2018
Voltar