vendas@metalmag.com.br 11 5523-8400


Soluções magnéticas para o setor de mineração

O magnetismo é um fenômeno que é estudado há milênios, relacionado a atração ou repulsão entre determinados objetos, podendo ser atração ou repulsão entre dois imãs ou a atração entre um imã e um metal com propriedades magnéticas. O imã por definição, é um objeto capaz de provocar campo magnético a sua volta e, necessariamente, possui dois polos (polo norte e polo sul). Desta forma, existem os imãs naturais, compostos de magnetita e que, naturalmente possuem estar propriedades magnéticas, e os imãs artificiais. Estes são dispositivos sem propriedades magnéticas, que utilizam a corrente elétrica para gerar um campo magnético, podendo ser permanente ou instantaneamente as características de um imã natural.

De posse da possibilidade de se construir um imã que pode ser ativado e desativado instantaneamente, a indústria viu uma grande ferramenta em suas mãos, utilizando-o em vários setores da indústria, mas em especial na mineração. Neste setor o magnetismo é usado para processamento de minérios e separação de impurezas, podendo atuar sobre materiais fortemente ou fracamente magnéticos. Essa separação pode ser feita por sistemas de alimentação e coleta dos produtos, campo elétrico externo, mecanismo de carregamento e dispositivo de adesivos na trajetória das partículas dielétricas.

O formato do separador magnético está essencialmente relacionado ao tipo de mecanismo utilizado no carregamento das espécies mineralógicas envolvidas na separação. Assim, a separação magnética pode ser feita por polias motrizes magnéticas, imãs suspensos (levantadores magnéticos, por exemplo), rolos magnéticos, imãs planos, grades magnéticas ou detectores metálicos. Dentre estes mecanismos citados, dois deles são de maior interesse na indústria da mineração, o rolo magnético e o levantador magnético.

O rolo magnético, que realiza a separação da fração magnética quando o minério passa através de campos magnéticos produzidos pelos rotores, localizados entre polos de eletroímãs. O gap entre o polo e o rolo pode ser ajustado para qualquer posição, sendo usual trabalhar com abertura bem menor, quando comparado com as de outros separadores. O minério é alimentado sobre o rotor e penetram imediatamente na região de campo entre o polo e o rotor. Nesta região, as partículas magnéticas permanecem inalteradas, conferindo trajetória diferente das não magnéticas, as quais são coletadas separadamente. Estes equipamentos podem ser fabricados em configurações simples, com um único rolo ou modelos mais sofisticados com rolos em série.

O separador magnético na mineração é muito utilizado para a separação e discriminação de partículas metálicas de outros materiais não magnéticos, no estado sólido seco ou umedecido, para que ocorra a captação dos metais. Estes equipamentos podem ser constituídos por imãs naturais ou artificiais. A opção entre imãs naturais ou artificiais é que os naturais possuem vida útil limitada e os separadores com imãs artificiais pode ter sua vida útil bastante longa.

If you would like to know more, please send pro-academic-writers.com me a message
25 de abril de 2017
Voltar