vendas@metalmag.com.br 11 5523-8400


Eletroímã industrial convencional é formado por três componentes

O equipamento que utiliza energia elétrica como fonte de alimentação para gerar um campo magnético é chamado de eletroímã. Quando utilizado na indústria, o eletroímã industrial pode ter diversas aplicações, tanto em processos de fabricação, para fixação de peças e movimentação de cargas metálicas, quanto como componentes em produtos, como travas de alarme, sensores de porta, receptores de moedas em máquinas de café, por exemplo, entre outros.

O eletroímã industrial convencional é formado por três componentes, sendo eles, a estrutura, as bobinas e o painel de comando.

A estrutura do eletroímã industrial é a carcaça, normalmente feita em aço de baixo carbono com alta permeabilidade magnética. Para cumprir sua função estrutural, seu material e design devem garantir boa resistência ao impacto e ao desgaste, além de uma boa dissipação térmica. As bobinas do eletroímã industrial são construídas com condutores isolados enroladas em volta de um núcleo que pode ser de ferro, aço, níquel, cobalto ou qualquer outro material com boas características magnéticas. O painel de controle, por sua vez, permite que sejam controladas as ações a serem realizadas pelo eletroímã industrial, uma vez que serve para comandar e fornecer a corrente necessária para a geração do campo magnético, além de proteger o equipamento, magnetizar e desmagnetizar e regular o fluxo magnético.

Desta forma, o eletroímã industrial tem a vantagem de gerar um campo magnético somente quando uma corrente elétrica passa por ele. Por isso, é muito importante que o dimensionamento e projeto de um eletroímã industrial seja feito de maneira adequada, seguindo as especificações do fabricante. Equipamentos subdimensionados podem não ter a força magnética adequada, gerando defeitos e, em caso de transporte de materiais, podendo derrubar peças pesadas colocando em risco a segurança dos operadores. Também devem ser respeitadas as espessuras de materiais que podem ser movimentados pelos eletroímãs industriais, de modo que a segurança seja mantida.

15 de outubro de 2019
Voltar