vendas@metalmag.com.br 11 5523-8400


Embuchado Magnético – Características Gerais

Os imãs de neodímio, ímã neodímio-ferro-boro ou ímã de terras raras surgiram para revolucionar o mercado de motores e da miniaturização. Graças a este imã, foi possível fabricar computadores portáteis e reduzir autofalantes para reprodução de som com ganho de qualidade. Estes ímãs possuem alta força magnética e devem ser manipulados cuidadosamente, pois um imã de terras raras do tamanho de uma moeda é capaz de sustentar 10 kg. E se ele sustenta este peso, facilmente pode esmagar o dedo de quem o manipula sem cuidados. Mas toda esta força magnética em algumas situações pode ser prejudicial, visto que em um computador este ímã é capaz de apagar todos os dados contido no disco rígido quando são aproximados.

Estes ímãs magneticamente falando, são muito fortes, mas estruturalmente são o oposto. São feitos da combinação de pós de minérios em camadas, o que os tornam muito frágeis a impactos. Quem já teve a oportunidade de manipular um ímã de neodímio sabe o quão forte é sua atração quando aproximado de um objeto ferroso ou de outro ímã de neodímio, sendo esta atração capaz de fragmentar o ímã no momento do impacto destes encontros. Esta fragilidade estrutural pode ser diminuída quando estes ímãs são envolvidos por uma capsula de aço. Além de diminuir a fragilidade, esta cápsula direciona o campo magnético do ímã para uma única face, tornando seu uso mais específico e prático.

Este direcionamento do campo magnético diminui o risco de outros itens ou peças dos equipamentos em que são aplicados, sejam magnetizados. São construídos em vários formatos ou tamanhos, podendo apresentar roscas, furos ou pinos, podem ser roscados ou lisos, sendo possível aplica-los parafusado, colado, embutido ou rosqueado. São utilizados em residências para a fixação de porta ou na indústria para posicionar gabaritos, fixação de peças ferrosas em objetos não-metálicos, inserção em moldes e dispositivos, fixação de letreiros, luminárias, antenas, confecção de ferramentas, para a fixação de peças em atividades de usinagem, solda ou corte, segurar portas de aço, contatos e fechos.

Nas aplicações industriais, estes ímãs podem estar sujeitos a situações de temperaturas mais elevadas. Sendo assim, há modelos de ímãs que possuem maior ou menor resistência ao calor, de forma que suas características ou força magnética não sejam comprometidas. Os ímãs compostos de Ferrite de Estrôncio Anisotrópico são ímãs mais baratos que suportam temperaturas de até 80°C. Os ímãs de Neodímio-Ferro-Boro-Terras-Raras também suportam temperaturas de até 80°C, porém apresentam maior força magnética, e os ímãs de Alnico 5 Anisotrópico oferece boa resistência mecânica e podem ser usados em aplicações que a temperatura atinja valores de 200°C. Caso os ímãs sejam expostos a temperaturas acima das especificadas, eles poderão perder suas propriedades magnéticas permanentemente.

22 de agosto de 2017
Voltar