vendas@metalmag.com.br 11 5523-8400


Desferrizadores

Desferrizadores são equipamentos responsáveis por remover partículas de ferro, ou de outros materiais ferromagnéticos, de vários tamanhos, em meio sólido seco, aquoso ou líquido. Estes equipamentos por muito tempo foram construídos com eletroímãs, pois estes forneciam a única fonte de atração magnética com elevada capacidade ou potência magnética. Com os ímãs de neodímio ou ímãs de terras raras esta condição mudou, levando este segmento de equipamentos para um patamar independente da presença de rede de energia elétrica, facilitando o processo de remoção, separação ou descontaminação.

Para a indústria alimentícia, os desferrizadores tem importante papel no que tange descontaminação, pois pequenas partículas de metais se desprendem dos equipamentos devido ao atrito  ou desgaste inerente ao uso dos equipamentos e ficam impregnados no produto, seja ele sólido, liquido ou pastoso. Os modelos para a indústria de bebidas ou outros produtos alimentícios líquidos são fáceis de instalar, pois o desferrizador pode ser instalado estrategicamente numa tubulação através de conexões roscadas, por meio de flanges ou conexões sanitárias (tri-clamp).

Na usinagem de peças, os desferrizadores para liquido são excelentes equipamentos para remoção de cavacos do fluido refrigerante de corte, elevando a eficiência do sistema de filtragem do fluido, quando comparado com sistemas que trabalham apenas com peneiras. Neste caso além da remoção das partículas de cavaco, o filtro magnético atua aumentando a vida do sistema de bombeamento de fluido.

No segmento sucroalcooleiro, além da descontaminação, os desferrizadores atuam como equipamento de segurança para o restante da linha de produção. É muito comum, junto com a cana picada, haver pedaços de sucata que se adentrarem no processo podendo danificar os martelos do desfibrador, as facas do picador e, se ainda assim continuarem na linha de produção, podendo causar danos na extração.

Os desferrizadores são excelentes equipamentos de seleção ou separação no setor de minérios. Há casos que o ferro é o objetivo da extração ou objeto de descarte da separação e os separadores com ímãs permanentes são extremamente duráveis, não precisam de processos de manutenção complexos, que no caso de desferrizadores com esteiras, o conjunto transportador é o que deve ser inspecionado.

Independentemente do segmento e do modelo do desferrizador um fator que deve ser observado constantemente é a temperatura que o ímã do sistema é exposto. Submeter ímãs permanentes ou de terras raras a temperaturas acima das quais eles são designados pode remover a propriedade magnética deles. Por isso a temperatura do produto a ser filtrado ou que entrará em contato com o ímã do desferrizador deve ser observada antes da aquisição do equipamento. Nas atividades de manutenção como, por exemplo, casos que necessitam de processo de soldagem, o manutentor deve remover o ímã do sistema para executar o trabalho.

 

 

 

 

28 de junho de 2018
Voltar